Vereadores visitam unidade do SENAC em Poços

por Imprensa publicado 10/02/2021 17h50, última modificação 19/02/2021 17h49
Oportunidade para os jovens
Vereadores visitam unidade do SENAC em Poços

Um dos assuntos discutidos foi a implantação do programa Jovem Aprendiz

Os vereadores Luzia Martins (PDT) e Douglas Dofu (DEM) fizeram uma visita ao SENAC Poços de Caldas, na última semana. O objetivo foi conhecer o trabalho desenvolvido pela instituição, em especial o programa Jovem Aprendiz. Eles foram recebidos pela diretora Lina Cláudia Virga Landi e pelo consultor de negócios Thieres Moreira Passos.

A importância de estimular o primeiro emprego e a formação profissional de jovens é um tema que vem sendo discutido pelos vereadores Luzia e Douglas Dofu. Recentemente, a vereadora se reuniu com a secretária municipal de Administração e Gestão de Pessoas a fim de defender a implementação do programa Jovem Aprendiz pela Prefeitura. Luzia ressalta que a visita ao SENAC possibilitou a troca de informações e conhecimentos sobre o assunto. “O objetivo foi conhecer os cursos para o Jovem Aprendiz, já que estamos levantando as possibilidades disponíveis para que os jovens sejam inseridos no mercado de trabalho. O projeto da Guarda Mirim não pôde ter continuidade, por motivos legais, e queremos pensar em outras formas de substituir esse trabalho tão digno, que é a primeira oportunidade dada aos adolescentes e jovens”, afirma.

Segundo Douglas Dofu, a necessidade de projetos que visem ao desenvolvimento profissional dos jovens vem sendo debatido desde o início da Legislatura. “Fomos com a intenção de conhecer a instituição, o quadro de funcionários, o cronograma para esse ano e, também, apresentar um projeto que estamos elaborando juntos, que é o Jovem Aprendiz na Prefeitura. Eles acham muito interessante esse fomento para que os jovens tenham a primeira oportunidade de emprego, tanto é que atenderam cerca de 291 em parceria com várias empresas, e se colocaram à disposição para ajudar no que for preciso. Foi uma visita muito importante no sentido, ainda, de trabalhar parcerias com a instituição e ajudar na divulgação. Eles têm muitos cursos gratuitos e, apesar da pandemia, se adaptaram muito bem à questão remota, dando continuidade ao trabalho que já desenvolvem”, destaca.

O Jovem Aprendiz é uma forma de contratação de profissionais de 14 a 24 anos, criada pelo Governo Federal em 2000. O objetivo é estimular o primeiro emprego e a formação profissional, principalmente aqueles que nunca tiveram trabalho. A legislação prevê que o jovem deve estar cursando ou já ter concluído a escola e também frequentar o curso técnico conveniado com a empresa, relacionado à atividade que quer desempenhar enquanto estiver contratado. As médias e grandes empresas devem ter de 5% a 15% de seus funcionários como aprendizes e o contrato deve ser de dois anos no máximo.

 

 

registrado em: