Presidente do Conselho Diretor fala sobre situação do IASM

por Imprensa publicado 06/06/2019 14h05, última modificação 13/06/2019 13h28
Sessão da Câmara
Presidente do Conselho Diretor fala sobre situação do IASM

Em relatório, Conselho Diretor aponta que dívida do Instituto é de mais de R$ 7 milhões

Atendendo a um requerimento dos vereadores Maria Cecília Opípari (PT) e Paulo Tadeu D’Arcádia (PT), a presidente do Conselho Diretor do IASM (Instituto de Assistência dos Servidores Municipais) Ângela Cerqueira Vaz de Alcântara participou da última reunião ordinária da Câmara, na terça-feira (04). A presidente foi convidada para falar sobre a situação financeira e administrativa do Instituto, bem como sobre outros assuntos referentes ao trabalho prestado.

Segundo informações do Conselho Diretor, o IASM conta, atualmente, com 9.801 usuários, sendo 4.548 titulares e 5.253 dependentes. O repasse patronal pendente até a data de 04 de junho era de mais de R$ 15 milhões (somados os valores de fevereiro de 2012 a dezembro de 2012, de julho de 2013 a dezembro de 2016 e de julho de 2018 a abril de 2019). De acordo com relatório entregue aos vereadores, a dívida total do Instituto é de mais de R$ 7 milhões.

Outros assuntos foram pontuados no relatório como, por exemplo, a existência de processos trabalhistas de servidores aposentados e a necessidade de diminuição de alguns benefícios concedidos, tendo em vista a situação financeira. Segundo o Conselho Diretor, o IASM tem conseguido, até o momento, manter o benefício de 50% para todo atendimento médico e odontológico e as franquias nas internações, independente de valores.

Para a vereadora Maria Cecília, a situação apresentada é preocupante. “O convite foi importante para que o Conselho pudesse vir à Câmara esclarecer sobre as dívidas do IASM. Fiquei muito preocupada com os números apresentados, mas fico mais preocupada ainda com o futuro desse serviço. Nós precisamos ter um pensamento de que o Instituto é um intermediário entre servidores e planos de saúde, muitas vezes os servidores acabam buscando no IASM alguma ajuda e parcelam suas dívidas, têm a possibilidade de ter as internações, o acolhimento e atendimento médico, mas qual será a situação do IASM daqui para frente? São pontos que a gente tem que pensar e a administração pública tem olhar com muito carinho, pois são servidores e familiares que dependem desse Instituto”, disse.

O vídeo da reunião ordinária, com a apresentação feita pela presidente do Conselho, está disponível para consulta no Portal da Câmara.

 

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados