Palestras marcam atividades da Câmara no Mês do Meio Ambiente

por Imprensa publicado 11/06/2019 10h25, última modificação 17/06/2019 09h58
Junho Verde
Palestras marcam atividades da Câmara no Mês do Meio Ambiente

Simpósio Junho Verde foi promovido pela Câmara, atendendo a um requerimento do vereador Álvaro Cagnani

Atendendo a um requerimento do vereador Álvaro Cagnani (PSDB), a Câmara de Poços realizou, na última semana, o Simpósio Junho Verde. O evento contou com três palestras que discutiram ações voltadas à conscientização e preservação do meio ambiente, dentro das atividades alusivas ao Dia Mundial do Meio Ambiente. Participaram do encontro, além do vereador Álvaro Cagnani, o presidente da Casa vereador Carlos Roberto de Oliveira Costa (PSC), a vereadora Lígia Podestá (DEM) e o diretor-presidente do DMAE Antônio Roberto Menezes.

O tema "Sustentabilidade: do global para o local" foi abordado pela coordenadora da pós-graduação lato sensu em Gestão Ambiental e Sustentabilidade da Puc Poços de Caldas, professora Maria Teresa Mariano. Durante sua apresentação, Maria Teresa falou do conceito de sustentabilidade, apontando aspectos relacionados à história, definição, situação atual e possibilidades. Sobre as ações locais, a professora pontuou que Poços de Caldas deu um primeiro passo rumo à sustentabilidade real, que foi a adesão ao Programa Cidade Sustentável, com a criação de um Comitê Gestor. Para ela, os desafios serão muitos, no entanto será possível encontrar um tipo de sustentabilidade coerente com os anseios reais e com respeito às especificidades naturais locais através da persistência, determinação, cooperação e participação da sociedade civil.

A engenheira ambiental e professora do Instituto Federal do Sul de Minas, campus Poços de Caldas, Marielle Rezende de Andrade falou sobre o tema "Qualidade da água e tratamento de efluentes". Além de apresentar dados que comprovam a importância do cuidado com a água, considerada um bem de domínio público pela Política Nacional de Recursos Hídricos (Lei 9.433/1997), a professora chamou atenção para questões como: “Já parou para pensar como a água chega a sua casa?” e “Já parou para pensar como a água, depois de utilizada, vai embora da sua casa?”. Marielle destacou, também, a necessidade de conclusão das obras para o tratamento total do esgoto em Poços de Caldas.

A última apresentação foi do professor da Faculdade Pitágoras de Poços de Caldas, Karl Wganer Acerbi, que abordou o tema “Gestão dos Resíduos Sólidos Urbanos. Fatos nacionais envolvendo acidentes por entupimento de bueiros, alagamentos e desmoronamentos, além dos problemas envolvendo a morte de animais, catadores irregulares vivendo de lixo depositado em céu aberto e contaminações, foram alguns dos assuntos levantados pelo professor ao questionar o motivo pelo qual a população deve preocupar com os resíduos sólidos. Ele falou, ainda, sobre a mudança de pensamento de cada cidadão, que inclui indagações como “E se eu não gerar?”, “E se eu gerar menos?”. “E se eu puder reciclar?” e “Como destinar?”.

Outros temas foram discutidos durante as palestras, entre eles a proibição do uso de sacolas plásticas, a coleta de resíduos sólidos, a situação dos materiais que chegam às cooperativas de reciclagem e o futuro do aterro controlado.

O vereador Álvaro Cagnani destacou que a realização das palestras vem ao encontro de outras iniciativas da Casa no debate voltado à preservação do meio ambiente. “A Câmara se preocupa com essa questão e eu, enquanto membro das Comissões das Águas e de Defesa do Meio Ambiente, tenho acompanhado todos os problemas do nosso município, procurando sempre contribuir para o desenvolvimento sustentável”, declarou.

O vídeo com todas as palestras do Simpósio Junho Verde está disponível para consulta no Portal da Câmara e na página do Legislativo no Youtube.

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados