Lucas Arruda sugere à Prefeitura a aquisição de testes rápidos para Covid-19

por Tatiana publicado 14/04/2020 17h55, última modificação 29/04/2020 16h32
saúde covid-19
Lucas Arruda sugere à Prefeitura a aquisição de testes rápidos para Covid-19

Vereador acredita que testes rápidos trarão mais clareza sobre casos suspeitos

O vereador Lucas Arruda (Rede) apresentou uma indicação à Prefeitura de Poços de Caldas, onde solicita que sejam adquiridos testes rápidos para aferição dos casos suspeitos de Covid-19 no município. O documento foi aprovado durante reunião remota da Câmara dos Vereadores e encaminhado ao Executivo para análise.

Segundo o vereador, a indicação tem como base o fato de o teste rápido ser uma das maneiras eficazes para conter a proliferação do vírus. Segundo o Ministério da Saúde, que já começou a distribuir testes rápidos por todo o país, o público prioritário neste momento são os profissionais de saúde e de segurança pública e familiares que residem na mesma casa deste público. Além disso, orienta que estados e municípios se organizem e identifiquem tais públicos dentro de cada região, e a partir daí, os testes rápidos serão disponibilizados gradualmente. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, tais testes devem se concentrar em cidades com mais de 500 mil habitantes.

Diante deste cenário, e com o número de casos suspeitos aumentando, além das subnotificações, o vereador apresentou a indicação com o objetivo de sugerir que o município faça a aquisição de testes particulares e que estes sejam disponibilizados nos hospitais da rede pública. Assim, um maior número de pessoas poderá ser testado, inclusive, os casos suspeitos divulgados diariamente nos boletins locais.

Seria muito importante que a Prefeitura comprasse um elevado número de testes rápidos, porque as informações que nós temos é que o teste rápido tem uma efetividade maior no estágio avançado da doença. Como os testes hoje feitos em Belo Horizonte são muito limitados, uma vez que há pouca disponibilidade para o Brasil inteiro, demora muito para que se realize esses testes e isso faz com que o número de casos suspeitos seja muito grande, o que causa grande angústia nessas pessoas e em toda a população, porque não se sabe o número correto de pessoas infectadas. O governo federal já anunciou que está adquirindo testes rápidos que serão enviados aos municípios, porém, eles irão priorizar cidades com mais de 500 mil habitantes e mesmo em cidades que não possuem mais de 500 mil habitantes, a prioridade são os profissionais de saúde e seus familiares, o que já é muito importante. Então, é necessário também uma ação do município para tentar realizar essa testagem em um maior número de pessoas, porque isso trará uma clareza sobre decisões que precisam ser tomadas mediante esses números”, destaca o vereador.

 

registrado em: