Falta de sinalização na região do bairro Cascatinha preocupa vereador

por Imprensa publicado 18/12/2019 10h39, última modificação 18/12/2019 10h39
Trânsito

Desde 2017, o vereador Álvaro Cagnani (PSDB) tem cobrado a implantação de melhorias no trânsito do bairro Cascatinha e loteamentos próximos. Através de um requerimento encaminhado em maio do ano passado, o parlamentar pede a instalação de travessias elevadas (traffic calming) e semáforos em diversos trechos dos bairros Quisisana, Jardim Santa Rita, Cascatinha e São Benedito.

Segundo o legislador, é grande o movimento naquela região, tanto de veículos como de pedestres. Ele cita como exemplo a necessidade de intervenções desde a rua Santa Catarina, passando pela avenida Santo Antônio, Rua Vivaldi Leite Ribeiro e avenida Vereador Edmundo Cardillo. “Em muitos pontos faltam semáforos, travessias elevadas e placas de sinalização. Nesses trechos, o movimento é intenso devido a escolas, ginásios e creches, portanto temos aglomeração de pessoas. É preciso destacar que são vias que ligam o centro à zona sul e à zona leste, o que aumenta ainda mais o fluxo de veículos”, diz.

Na época em que o requerimento foi aprovado, o Executivo falou da elaboração do Plano de Mobilidade Urbana pela Universidade Federal de Itajubá, estudo este que foi apresentado este ano, em audiência pública realizada pela Prefeitura no mês de maio. Na resposta enviada à Câmara, a administração informou que tal estudo indicaria as intervenções necessárias para melhoria do trânsito em Poços, inclusive nos bairros citados pelo vereador.

Passarela

Outro pedido feito pelo vereador, também naquela região, diz respeito à construção de passarela para travessia de pedestres entre a avenida Santo Antônio e o início da rua Arassuaí. Em outubro desse ano, Cagnani encaminhou um requerimento à Prefeitura solicitando informações sobre a viabilidade de realização da obra. “Reapresentei esse pedido este ano, mas desde 2017 tenho cobrado o Executivo, atendendo a um pedido de muitos moradores. Falta naquele local uma passarela, interligando as duas margens do Ribeirão de Caldas, dando acesso ao começo da rua Arassuaí. Atualmente, os pedestres precisam dar uma volta enorme até a rua Correa Neto para chegarem à via”, ressalta.

A Prefeitura já informou que existe o projeto para realização da obra, no entanto, no decorrer deste ano, não foi possível a execução por falta de recursos financeiros.

 Avenida Santo Antônio

Por fim, a requalificação urbana da avenida Santo Antônio é outro assunto que vem sendo abordado pelo vereador Álvaro Cagnani. Em um requerimento encaminhado ao Executivo em maio desse ano, ele questiona a possibilidade de implantação de rede de esgoto nos trechos da avenida Santo Antônio, rua Vivaldi Leite Ribeiro e Praça dos Macacos, solucionando o problema de saneamento que hoje causa desconforto aos moradores e vizinhos devido ao mau cheiro.

A Secretaria de Planejamento, em resposta enviada à Câmara, esclarece que durante a elaboração do Projeto Básico visando à obra de requalificação da avenida Santo Antônio, no ano de 2014, o DMAE elaborou um estudo preliminar de rede de esgoto para o trecho compreendido entre a rua Santa Catarina e o Hotel Floresta. No entanto, segundo a pasta, a administração foi informada pela Caixa Econômica Federal, no ano passado, que o prazo para contemplação do programa expirou em dezembro de 2016.

Outros assuntos foram abordados pelo vereador, ainda dentro do tema requalificação da avenida Santo Antônio, como a implantação de uma ciclovia ligando a avenida Vereador Edmundo Cardillo à zona sul e a colocação de novo calçamento e nova iluminação pública nas proximidades do Ribeirão de Caldas. De acordo com informações da Prefeitura, o trajeto da interligação das ciclovias existentes passa pela avenida Santo Antônio, seguindo pela rua Vivaldi Leite Ribeiro até chegar à avenida Vereador Edmundo Cardillo. Sobre as demais melhorias, a Secretaria afirma que o projeto arquitetônico e urbanístico prevê redimensionamento das calçadas, paisagismo adequado e nova iluminação.

Para Cagnani, os assuntos merecem uma atenção especial por parte do Executivo. “A avenida Santo Antônio passa por muitos problemas e esperamos que a Prefeitura retome os estudos, negociando novamente a liberação de recursos para as intervenções que estavam previstas anteriormente. Tanto a avenida Santo Antônio como também a rua Vivaldi Leite Ribeiro são vias importantes de ligação entre a área central e os bairros e por isso a necessidade de providências”, conclui.

 

registrado em: