Centro Integrado de Desenvolvimento do Esporte Paralímpico recebe título de utilidade pública

por Imprensa publicado 30/12/2020 15h50, última modificação 02/01/2021 11h46
Projeto
Centro Integrado de Desenvolvimento do Esporte Paralímpico recebe título de utilidade pública

Professores do CIDEP estiveram na Câmara, durante a votação do projeto

A Câmara Municipal aprovou, no dia 22 de dezembro, durante a última reunião ordinária do ano, o projeto de lei que declara de utilidade pública o Centro Integrado de Desenvolvimento do Esporte Paralímpico (CIDEP). O objetivo da entidade, que existe desde 1995, é trabalhar o esporte paralímpico em Poços de Caldas. A concessão do título de utilidade pública foi proposta pelo vereador Lucas Arruda (Rede).

Os professores Bruno Pereira dos Santos, Leonardo Rodrigues de Souza e Eraldo Sandi dos Santos estiveram na última reunião ordinária, quando houve a votação do projeto “É com muita alegria que vamos avançando na proposta do CIDEP e vamos vislumbrando um futuro promissor para nossa cidade, que será um polo, um centro de referência em formação e desenvolvimento do esporte para a pessoa com deficiência. A proposta vem ao encontro da necessidade de termos algo voltado para o desenvolvimento do esporte paralímpico de forma específica, uma vez que nossas instituições e associações que trabalham e atendem pessoas com deficiência são voltadas para habilitação e reabilitação. Assim sendo, a proposta do CIDEP é trabalhar desde a base até o alto rendimento, reconhecendo todos os benefícios que o esporte traz para as pessoas e, principalmente, para as pessoas com deficiência, com ganhos de autonomia, autoestima, valorização da pessoa, reconhecimento das suas potencialidades por ela mesma e pela sociedade”, ressalta Leonardo de Souza.

No projeto aprovado pelo Legislativo, o vereador Lucas Arruda destaca que a proposta do CIDEP é trabalhar a inclusão, a socialização, o desenvolvimento e a autonomia das pessoas com deficiência através do esporte, incluindo atividades com todas as instituições sociais e assistenciais da cidade. “Sempre acompanhei o trabalho dos meninos no projeto Superar Limites no Paradesportivo e fico muito feliz em saber do engajamento deles e da diferença que eles fazem na vida de muitas pessoas com deficiência. Eles mostram que é possível um olhar através do esporte para trazer dignidade e força para essas pessoas. Sempre procurei valorizar muito essas atitudes e esse título de utilidade pública vem no sentido de fortalecer e incentivar ainda mais trabalhos na área das pessoas com deficiência e na área do paradesporto, já que superar limites sempre foi o pensamento primordial do CIDEP”, afirma o parlamentar.

O vereador pontua, ainda, que a concessão da utilidade pública a entidades, fundações e associações tem como finalidade reconhecê-las como instituições sem fins lucrativos e prestadoras de serviços à sociedade, além de permitir que as mesmas se inscrevam em editais para receberem recursos públicos. “Por entender que o trabalho do CIDEP é de extrema importância para a cidade, sendo merecedores desse título, sugerimos e tivemos aprovado o projeto de lei”, diz.

A matéria, aprovada por unanimidade, aguarda sanção do Executivo e publicação no Diário Oficial do Município.

 

registrado em: