Câmara exibe documentário “O Homem da Fé – A Obra de Amadeu Francisco”

por Imprensa publicado 10/12/2018 17h22, última modificação 10/12/2018 17h22
Evento

Atendendo a um requerimento aprovado em plenário, de autoria da vereadora Maria Cecília Opípari (PT), a Câmara de Poços exibirá o documentário “O Homem da Fé – A Obra de Amadeu Francisco”. A apresentação do curta-metragem será na próxima quinta-feira (13), às 19h, no plenário do Legislativo.

O documentário retrata o universo cultural de “Seu Amadeu”, que foi catireiro, caixeiro de Folia de Reis, rezador e produtor de remédios naturais. A vida e a fé de Amadeu Francisco se misturam com a cultura popular do sul de Minas desde sua infância nas fazendas, quando, ainda criança, fez o seu primeiro remédio com plantas medicinais.

No documentário de 25 minutos, dirigido por Karime Navarro e Sabrina Carvalho, o saber popular, suas cores e músicas evidenciam a riqueza de uma cultura ancestral e de resistência preservada e praticada nas camadas mais humildes da sociedade. A trilha sonora original foi produzida por Wanderson Lima, regente da Orquestra Filarmônica de Viola Caipira de Poços de Caldas, e a produção foi viabilizada pelo Programa de Patrocínios DME, com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura.

Segundo Maria Cecília, trata-se de um curta-metragem filmado em Poços, que integrou o projeto Mulheres Gritam Ação. Tal projeto visa difundir a produção de cineastas mulheres. “Destaco a importância de abrir espaço na Câmara Municipal para apresentações culturais dessa natureza. Além disso, ressalto a história de vida do ‘Seu Amadeu’, que faleceu em agosto deste ano e atuou durante décadas à frente de grupos de Catira e Folia de Reis do município. Sem dúvida, um ícone da cultura popular de Poços de Caldas”, declara a parlamentar.

Outras informações sobre o evento pelos telefones 3729-3877/3729-3818.

 

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados