17 de Dezembro de 2017

Notícias - Câmara Municipal de Poços de Caldas - Estado de Minas Gerais

Atalhos de navegação

  Pesquisar no Google
Menu por migalhas

Você está em: Página inicial > Comunicação - Notícias

Comunicação

Notícias

26/09/2017

Norma aprovada pela Câmara

Encontro debate regulamentação de lei do Banco de Ração

Compartilhar:

A Lei municipal n. 9.184/2017, já sancionada pelo Executivo, institui o Banco de Ração e o Banco de Assessórios para Animais em Poços de Caldas. De autoria do vereador Gustavo Bonafé (PSDB) e aprovada pela Câmara no mês de agosto, a norma vem sendo discutida com o objetivo de implementar as ações propostas. Na última semana, o parlamentar se reuniu com servidores da Secretaria de Saúde e com representantes de diversas associações e entidades de proteção aos animais.

O encontro contou com a presença do coordenador da Divisão de Vigilância em Saúde Ambiental, Jorge Miguel Ferreira do Lago, da médica veterinária responsável pelo Abrigo de Animais, Maria Cecília Gonçalves, e de integrantes da União Movimento Animal, Ninhada Zero e Pró Proteger. De acordo com Bonafé, apesar da lei já ter sido sancionada pelo prefeito, existem outras ações a serem desenvolvidas dentro desse processo. O grande desafio para a implementação da norma, segundo o vereador, é a articulação entre os protetores e as entidades, que são os principais atores impactados pelo projeto, além da busca por parceiros para que o Banco de Ração funcione como previsto na lei.

Para o coordenador da Vigilância em Saúde Ambiental, a iniciativa de reunir todos aqueles ligados ao movimento animal é muito válida. Para ele, a intenção é debater ideias e as dificuldades para implementação da nova lei. “Como é um assunto em alta, qualquer coisa que venha a colaborar com a melhoria das condições do animal é importante para o município e para os próprios animais”, destacou Jorge Lago.

A lei aprovada pelos vereadores prevê que os estabelecimentos comerciais, empresas, entidades, associações, ONGs e protetores independentes, devidamente cadastrados e autorizados pelos órgãos competentes do município, poderão participar do Banco de Ração e do Banco de Acessórios para Animais. Caberá ao Banco de Ração: proceder a coleta, recondicionamento e armazenamento de produtos e gêneros alimentícios, perecíveis ou não, desde que em condições de consumo e dentro do prazo de validade (os produtos serão provenientes de doações de estabelecimentos comerciais, fabricantes ligados à produção e comercialização de gêneros alimentícios destinados a animais e de pessoas físicas ou jurídicas); efetuar a distribuição dos produtos para protetores independentes, associações e ONGs que acolham animais em estado de abandono, com finalidade de recuperação para adoção; incentivar a participação cidadã, por meio do trabalho voluntário, nas ações de defesa e proteção dos animais.

Ainda de acordo com a legislação, os objetivos do Banco de Acessórios são coletar objetos para animais, como coleiras, guias, roupas, casinhas, bolsas de transporte e brinquedos, provenientes de doações. Tais acessórios serão distribuídos a protetores independentes e cadastrados, associações e ONGs ligadas à causa animal, famílias cadastradas que comprovem baixa renda ou condição de vulnerabilidade social, alimentar e nutricional, desde que possuam animais, e às famílias que adotarem um animal mediante a apresentação do Terno de Responsabilidade de Adoção.

Bonafé destacou que algumas ações nesse sentido já acontecem naturalmente na cidade, no entanto sem nenhum tipo de levantamento de dados e de uma articulação entre a sociedade civil e o poder público. “O objetivo é tornar política pública algo que já acontece em nosso município. O projeto visa não só trazer dados estatísticos da leitura do controle de animais, mas também incentivar e conscientizar a população para lidar com eles. A responsabilidade agora é do Executivo, que deve criar uma comissão para regulamentar a lei. Após isso, um novo encontro será realizado para colocarmos, efetivamente, a norma em prática”, afirmou.

O texto integral da Lei n. 9.184 está disponível para consulta no Portal da Câmara (www.pocosdecaldas.mg.leg.br), em Leis Municipais.

Outras notícias


Acesso à Informação
Acesso à Informação

Siga a Câmara

Siga a Câmara no Youtube
Siga a Câmara no Facebook

Reuniões ordinárias

Plenário da Câmara

Recesso Legislativo:

De 16/12/2017 a 01/02/2018



Comissão das águas

Clique no link abaixo e copie para o seu computador o relatório técnico.

Download do relatório (Mar/12)


SAPL Móvel

O Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL) é a ferramenta utilizada para a gestão do processo legislativo. Acompanhe de perto toda a atividade legislativa de seu representante.

Acesse:
sapl-mobile.pocosdecaldas.mg.leg.br





Tempo


Câmara Municipal de Poços de Caldas - Estado de Minas Gerais

Rua Junqueiras, 454 - Centro - CEP 37701-033
Prédio Anexo: Rua Junqueiras, 555
Geral: (35) 3729-3800
Ramais: consulte

Horário de atendimento:
De segunda a sexta-feira das 12 às 18 horas

Observação aos padrões:

  • XHTML 1.0 Strict
  • CSS nível 2.1
  • Conformidade com o nível AAA das Diretrizes para Acessibilidade dos Conteúdos da Web 1.0

Creative Comons - Atribuição - Uso não-comercial - Compartilhamento pela mesma licença 2.5 Brasil
Creative Commons 2008 - Alguns direitos reservadosLigação para um novo sítio

Símbolo de Acessibilidade na Web [D]
Símbolo de Acessibilidade na Web - NCAMLigação para um novo sítio

Menor resolução recomendada 1024x768 pixels
Desenvolvido por Assessoria TI